Preço do GNV pode sofrer alta de R$ 0,92 em Mato Grosso

Lachesia Inagolor
By Lachesia Inagolor 2 Min Read
2 Min Read

Acréscimo foi debatido em sessão regulatória realizada pela Ager (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado de Mato Grosso)

O preço do metro cúbico (m³) do GNV (Gás Natural Veicular) deve sofrer alta de R$ 0,92 para o consumidor de Mato Grosso, conforme debatido em sessão regulatória, realizada na sexta-feira (30) pela (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado de Mato Grosso).

Na ocasião, a proposta de “Recomposição do Equilíbrio Financeiro do Contrato de Concessão do Gás” foi analisada e um dos votantes pediu vistas para estudar a indicação, que acarretará no aumento.

Alguns revendedores de combustíveis que participaram da sessão, pontuaram que o reajuste prejudica o setor e consumidores – motoristas de aplicativos, taxistas e outros – já que muitos também investiram em KIT Gás por acreditarem que o produto continuaria mais vantajoso.

Acréscimo foi debatido em sessão regulatória, realizada na sexta-feira (30) pela Ager. (Foto: Sindipetróleo)
Com o acréscimo, o preço do etanol fica mais competitivo, levando o usuário a fazer a troca. Além disso, sem consumo de GNV, recai para os postos o prejuízo do alto investimento nos equipamentos para abastecimento desse produto.

A troca para o GNV passou a ser mais atrativo para quem percorre muitos quilômetros diariamente devido a alta constante no preço dos combustíveis nos últimos anos. O GNV pode ser 60% mais econômico do que a gasolina e 40% mais vantajoso em relação etanol.

Uma nova sessão para continuar a votação será realizada. De acordo com a Ager, a agência regula e fiscaliza os serviços referentes ao GNV e retomará a votação após o fim do pedido de vistas, o que deve levar 10 dias.

Share This Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *